Vacinação em Bebês: Vacinas e Cuidados Antes e Depois

12 de janeiro de 2023
Compartilhe:

A vacinação é uma maneira segura e eficaz de proteger bebês de doenças graves. A maioria das vacinas é administrada a bebês a partir de 2 meses de idade.

A vacinação é recomendada para doenças como sarampo, rubéola, caxumba, meningite, pneumonia, entre outras. É importante seguir as recomendações do calendário vacinal do seu país e discutir quaisquer preocupações com o seu pediatra.

A vacinação em bebês é recomendada pelos órgãos de saúde para proteger os recém-nascidos contra doenças graves, como a meningite, a pneumonia e a coqueluche.

A maioria das vacinas são administradas em etapas, com a primeira dose a ser dada logo após o nascimento e as doses subsequentes a serem dadas a cada alguns meses. É importante seguir as recomendações do calendário de vacinação para garantir que seu bebê esteja totalmente protegido.

Principais vacinas em bebês

As principais vacinas recomendadas para bebês incluem:

  1. Vacina contra a hepatite B: Administrada logo após o nascimento, esta vacina protege contra a infecção pelo vírus da hepatite B, que pode causar doença hepática grave.
  2. Vacina contra a tetravalente (DPT): Administrada aos 2, 4 e 6 meses de idade, esta vacina protege contra a difteria, tétano, coqueluche e a pertussis (tosse convulsa).
  3. Vacina contra a Haemophilus influenzae tipo b (Hib): Administrada aos 2, 4 e 6 meses de idade, esta vacina protege contra a meningite e outras infecções graves causadas pelo Hib.
  4. Vacina contra a poliomielite: Administrada aos 2, 4 e 6 meses de idade, esta vacina protege contra a poliomielite (paralisia infantil).
  5. Vacina contra a pneumococo: Administrada aos 2, 4 e 6 meses de idade, esta vacina protege contra a pneumonia e outras infecções causadas pelo Streptococcus pneumoniae.
  6. Vacina contra a rotavírus: Administrada aos 2 e 4 meses de idade, esta vacina protege contra a diarreia causada pelo vírus rotavírus.

É importante lembrar que os calendários de vacinação podem variar de acordo com o país, então é importante seguir as recomendações do calendário de vacinação do país da criança.

Cuidados antes da vacina em bebês

Antes de vacinar um bebê, é importante conversar com o pediatra dele para garantir que o bebê não tenha nenhuma condição médica que possa ser afetada pela vacina ou que o possa impedir de ser vacinado.

Alguns cuidados antes da vacinação incluem:

  1. Verificar o histórico de vacinação: Certifique-se de que o bebê tenha recebido todas as vacinas recomendadas para a idade dele e que esteja em dia com as doses recomendadas.
  2. Verificar se o bebê está com boa saúde: Certifique-se de que o bebê não esteja com febre ou outra doença antes de ser vacinado.
  3. Comunicar qualquer reação anterior: Se o bebê já teve reações adversas às vacinas no passado, é importante informar isso ao pediatra.
  4. Acompanhar o bebê após a vacinação: É recomendado observar o bebê por um período de tempo após a vacinação para verificar se ele apresenta alguma reação adversa.
  5. Certificar-se de que estejam disponíveis os registros de vacinação do bebê.

É importante lembrar que as vacinas são seguras e eficazes na prevenção de doenças graves. Seguir as recomendações do calendário de vacinação é a melhor forma de garantir que o seu bebê esteja protegido.

Cuidados após a vacina em bebês

Após a vacinação, é importante seguir alguns cuidados para garantir que o bebê esteja confortável e seguro. Alguns dos cuidados incluem:

  1. Observar o bebê por um período de tempo: É recomendado observar o bebê por um período de tempo após a vacinação para verificar se ele apresenta alguma reação adversa.
  2. Aplicar compressa fria no local da injeção: Se o bebê apresentar inchaço ou vermelhidão no local da injeção, é recomendado aplicar compressa fria para aliviar a dor e o desconforto.
  3. Dar paracetamol ao bebê se ele estiver com dor: Se o bebê estiver com dor no local da injeção, é recomendado dar-lhe uma dose de paracetamol para aliviar a dor.
  4. Monitorar a temperatura do bebê: É recomendado monitorar a temperatura do bebê após a vacinação, pois algumas vacinas podem causar febre. Se o bebê apresentar febre, é recomendado dar-lhe paracetamol e mantê-lo hidratado.
  5. Comunicar qualquer reação adversa: Se o bebê apresentar qualquer reação adversa após a vacinação, é importante comunicar isso imediatamente ao pediatra.
  6. Manter os registros de vacinação atualizados: Certifique-se de que os registros de vacinação do bebê estejam atualizados e de que sejam mantidos em um lugar seguro.

É importante lembrar que reações adversas às vacinas são raras e geralmente leves. Seguir as recomendações do pediatra é a melhor forma de garantir que o bebê esteja seguro e confortável após a vacinação.

Redação BuscaVacinas
Redação BuscaVacinas

Falamos sobre Vacinação, Dicas de Cuidados com seus Pequenos e Informações utéis para o dia a dia de mamães e papais.

Receba em primeira mão ofertas e informações sobre vacinas para bebês e esquemas vacinais de todas as idades!

    Para otimizar sua experiência durante a navegação, fazemos uso de nossa Política de Privacidade. Para proteger seus dados pessoais respeitamos nossa Política de Privacidade. Ao seguir com a navegação e visita, você concorda com nossas Políticas.